SJMR Boa Vista simplifica e agiliza processos de regularização para 200 beneficiários

No dia de 29 de janeiro, o Setor de Documentação do Serviço Jesuíta a Migrantes e Refugiados (SJMR) em Boa Vista, Roraima, celebrou mais uma conquista significativa na jornada de apoio aos migrantes e refugiados. A Segunda Jornada de Agendamento de Pré-Documentação de 2024 atendeu a um total de 200 beneficiários de diversas nacionalidades, em sua maioria buscando renovar ou emitir documentos pela primeira vez. A importância desta jornada de agendamento reside na sua capacidade de simplificar e organizar o processo de regularização migratória. Para os migrantes e refugiados, ter documentos válidos e regulares é uma questão crucial, pois garante acesso a uma série de direitos e serviços essenciais, incluindo saúde, educação e trabalho. Mais do que isso, a regularização contribui para uma participação mais efetiva na sociedade, promovendo a integração e fortalecendo os laços comunitários. Além do agendamento em si, a jornada ofereceu sessões informativas abrangentes sobre os serviços oferecidos pelo SJMR. O Setor de Documentação liderou uma sessão sobre a emissão e renovação de documentos, esclarecendo prazos e procedimentos associados. O foco estava na orientação e na capacitação dos participantes, fornecendo-lhes as informações necessárias para navegar com confiança pelo complexo sistema de regularização. Mas a jornada não se limitou ao Setor de Documentação. Os setores de Meios de Vida e Proteção também desempenharam um papel fundamental, compartilhando informações valiosas sobre integração socioeconômica, acesso a serviços de saúde e assistência social, bem como os direitos legais dos migrantes e refugiados. Durante a sessão informativa de Meios de Vida, foi enfatizada a importância da carteira de trabalho digital e a elaboração de currículos como passos essenciais para alcançar o emprego formal. Além disso, foram discutidas as diversas oportunidades de interiorização e os cursos profissionalizantes disponíveis, com destaque para o ensino da língua portuguesa. Já na sessão de Proteção, os participantes foram informados sobre os sistemas de saúde e assistência social no Brasil, os procedimentos para acesso à justiça pública e os serviços específicos oferecidos pelo SJMR, incluindo o apoio no processo de refúgio e autorizações de viagem. A demanda por emissão de documentos pela primeira vez foi notavelmente alta durante a jornada, refletindo a importância e a urgência do apoio prestado pelo SJMR aos migrantes e refugiados em seu processo de regularização migratória. Em última análise, a Segunda Jornada de Agendamento de Documentação de 2024 foi uma demonstração tangível do compromisso contínuo do SJMR em fornecer suporte integral e capacitação aos migrantes e refugiados, capacitando-os a construir vidas seguras e significativas em sua nova casa, Boa Vista, e além.
Siga em nossas redes sociais