Jornada de pré-documentação na comunidade João de Barro promove regularização migratória para venezuelanos

No dia 24 de novembro de 2023, a comunidade João de Barro, em Boa Vista, foi palco de uma iniciativa essencial para migrantes e refugiados venezuelanos. O Serviço Jesuíta a Migrantes e Refugiados (SJM) de Boa Vista, em colaboração com a ONG Humanidade Mais que Fronteiras e o Coletivo de Mulheres Migrantes Luz e Esperança, promoveu uma jornada de pré-documentação, visando oferecer apoio crucial para a regularização migratória desses indivíduos. O evento teve como público-alvo migrantes e refugiados venezuelanos que necessitavam renovar seus documentos de regularização migratória ou emiti-los pela primeira vez. A presença da equipe do SJM Chile enriqueceu o evento com conhecimento e suporte técnico. Ao longo do dia, 36 pessoas foram assistidas, tornando a jornada um símbolo de esperança para aqueles que enfrentavam desafios relacionados a documentos de regularização migratória vencidos, próximos do vencimento, ou ainda não emitidos. Durante a jornada, Tânia, uma das lideranças da comunidade João de Barro, ressaltou que o evento não foi apenas uma oportunidade para resolver questões documentais, mas também um gesto de apoio e solidariedade do SJMR para com aqueles que lutam por um novo começo. A colaboração da ONG Humanidade Mais que Fronteiras foi crucial, proporcionando não apenas assistência na regularização da imigração, mas também construindo um senso de comunidade e esperança para aqueles em extrema necessidade. Agradecimentos foram estendidos a todos os voluntários envolvidos. Luis Hoyos, Analista Social do SJMR em Boa Vista, destacou a importância da atividade, afirmando que a documentação na comunidade João de Barro representou uma oportunidade de unir esforços na construção de um ambiente inclusivo e solidário. Ele ressaltou o compromisso de oferecer suporte prático e emocional às pessoas em busca de oportunidades em terras estrangeiras, proporcionando esperança e apoio necessário para reconstruir suas vidas.
Siga em nossas redes sociais