SJMR Porto Alegre visita municípios de Taquara e Parobé (RS) promovendo integração socioeconômica e comunitária

Home / Brasil / SJMR Porto Alegre visita municípios de Taquara e Parobé (RS) promovendo integração socioeconômica e comunitária

Nesta segunda-feira (22), o SJMR Porto Alegre realizou uma visita aos municípios de Taquara e Parobé (RS), que teve como objetivo fortalecer a rede local, identificar as principais demandas de integração socioeconômica e comunitária nas cidades e estreitar relações com possíveis empregadores da região. Além disso, a visita também serviu para atender os casos de integração socioeconômica e acesso ao mercado de trabalho na cidade de Parobé.

Na cidade de Taquara, o SJMR POA se encontrou com Doroti Siqueira e Antônio Cesar Caetano, proprietários do Sítio Terra Cristal, que fica localizado na zona rural. Os empregadores entraram em contato com o centro de atendimento, após verem uma matéria sobre o SJMR na imprensa, oferecendo vagas de emprego para migrantes e refugiados atendidos pela instituição. A visita serviu para conhecer os empregadores, entender melhor os perfis buscados para vaga e verificar as funções a serem desempenhadas pelos futuros contratados, além de analisar a rede e serviços locais que eles terão acesso.

Já na cidade de Parobé, o SJMR POA participou de uma reunião junto ao Secretário de Assistência Social e Vice-Prefeito do Município de Parobé e a Coordenadoria do Centro de Referência em Assistência Social. O encontro foi motivado pelos grandes fluxos e demandas de venezuelanos na cidade. “Estão mapeadas em torno de 150 famílias de venezuelanos no município e a Assistência Social vêm enfrentando dificuldades com questões de documentação e integração socioeconômica. Fomos informados de que há muitas crianças, bebês e gestantes, grande parte concentrada em um bairro da cidade, Alexandria. A Assistência Social está se movimentando para realizar um mapeamento mais completo das famílias para identificar necessidades específicas”, relata Joana, analista social do SJMR POA.

Durante a reunião também foi tratada a possibilidade de o centro de atendimento prestar apoio técnico e fornecer capacitações, principalmente em questões de documentação, bem como realizar ações para buscar uma maior integração socioeconômica dos migrantes e refugiados que se encontram na cidade. Além disso, foram informadas necessidades em um município próximo, Sapiranga, com o qual a equipe entrará em contato para marcar reunião.

Deixe um Comentário