Ação na semana da Amazônia une nações em prol da preservação do meio ambiente

Home / Manaus / Ação na semana da Amazônia une nações em prol da preservação do meio ambiente

Idealizado pelo SJMR, evento alertou seus participantes sobre os impactos da destruição da natureza

Duas nações unidas em um único objetivo: a preservação do meio ambiente. Com esse mote, o Serviço Jesuíta ao Migrante e Refugiado Manaus, em parceria com o Centro de Educação Tecnológica do Amazonas (CETAM), realizou, na quinta (2) e sexta-feira (3), uma ação pelo Dia da Amazônia, celebrado no último domingo, em uma ação que reuniu brasileiros e venezuelanos.

Nos dois dias, alunos da classe de Português e da turma de Agente de Inspeção de Qualidade, além dos próprios colaboradores, voluntários e estagiários do SJMR, mergulharam em problemas ambientais que impactam diretamente na vida de todos. 

Todos foram convidados a pensar em ações de redução dos danos, como diminuição no consumo de água e de energia. A sensibilização sobre a importância da Amazônia, o debate sobre os problemas atuais da floresta e a importância da preservação ambiental foram alguns dos objetivos do encontro.

O primeiro dia ficou sob o comando da turma de Agente de Inspeção de Qualidade, que preparou uma sessão informativa sobre a Usina Hidrelétrica de Tucuruí, localizada no Rio Tocantins, no município de Tucuruí, a cerca de 300 quilômetros de Belém, no Pará. Na ocasião, debateram os impactos causados pela usina na Amazônia.

Já no dia 3, a turma de Português elaborou ações culturais que foram apresentadas aos participantes. O evento foi iniciado pelo momento cívico com os hinos do Brasil e da Venezuela e prosseguiu com a peça teatral “Um dia na sala de aula”. Além disso, houve apresentação de um coral com músicas do Brasil e da Venezuela. Na ocasião, também foram feitas sinalizações de placas informativas sobre lixo, descartes de copos e economia de água. 

Coordenadora do projeto, Ludimili Lira fala sobre a integração entre Brasil e Venezuela na semana da preservação. “Foi muito emocionante, pois os países se conectaram. Os alunos se empenharam bastante para mostrar tudo que aprenderam fazendo essa pesquisa e se emocionaram bastante trazendo um pouco da sua música, amor e saudade do seu país e também falando um pouco sobre o meio-ambiente e Amazônia por meio da arte, com música, teatro e artesanato com EVA”, afirma. 

De acordo com ela, a própria equipe do SJMR se emocionou com o ocorrido. “Foi possível sentir a saudade ao ouvirem o hino e músicas sendo cantados por essas pessoas que deixaram suas casas, suas famílias e seu país em busca de uma vida mais digna”, elabora.

Confira as fotos:

Deixe um Comentário