SJMR Boa Vista capacita novos promotores comunitários voluntários

Home / Boa Vista / SJMR Boa Vista capacita novos promotores comunitários voluntários

O mês de maio foi marcado, no SJMR Boa vista, pelo início dos trabalhos dos novos promotores comunitários voluntários que participaram do último processo seletivo da organização.

Nas últimas semanas, toda a equipe, composta por 20 promotores, participou de diversas capacitações e encontros, com o objetivo de aprofundar conhecimentos sobre o Serviço Jesuíta a Migrantes e Refugiados e os serviços oferecidos aos migrantes de Boa Vista.

Os novos promotores também participaram de treinamentos sobre as atividades desenvolvidas pelas áreas de Proteção e Inserção Laboral e de uma oficina para elaboração de projetos, recebendo, também. capacitação sobre direitos da mulher e sobre a Lei Maria da Penha.

Projeto “Coexistência Pacífica”

Com a seleção dos primeiros 10 promotores comunitários voluntários, em outubro do ano passado, foi iniciado o projeto “Coexistência Pacífica”, iniciativa que busca estabelecer pontes de comunicação e favorecer o relacionamento entre o SJMR e comunidades e que conta com o apoio do ACNUR (Alto Comissariado da ONU para Refugiados), UNFPA (Fundo Populacional das ONU) e União Europeia.

Dentro da iniciativa, o promotor trabalha coletando informações relevantes sobre as dinâmicas comunitárias, para encaminhamento de demandas aos órgão competentes e, também, desenvolvendo projetos que contribuam para a integração e melhoria da qualidade de vida.

Ação de Dia das Mães no Bairro Caimbé

No último sábado, 11 de maio, os promotores comunitários do SJMR Boa Vista organizaram no Bairro Caimbé, um encontro de integração entre mães de diferentes nacionalidades, com o objetivo de socializar conhecimentos e informações sobre diferentes culturas e desmistificar preconceitos.

O evento, intitulado Sou Mãe Resiliente,  aconteceu no Espaço “Recanto” e contou com a participação de 40 mães de nacionalidades brasileira, venezuelana, haitiana e árabe, além de outros convidados.

As atividades incluíram jogos e dinâmicas, roda de conversa sobre valores e resiliência das mães, mediadas por integrantes da equipe do Serviço Jesuíta, apresentações culturais de dança e música e uma mística especial, conduzida pelo Pe. Ronilson Braga. O final do encontro foi marcado por uma confraternização de todos os participantes.

Deixe um Comentário