Dia Mundial do Refugiado é marcado por atividades realizadas pelo SJMR em diversas cidades do Brasil

Home / Belo Horizonte / Dia Mundial do Refugiado é marcado por atividades realizadas pelo SJMR em diversas cidades do Brasil

Em Belo Horizonte, por exemplo, ao vivo e diretamente do Colégio Loyola aconteceu a live musical “Tantos Somos, Somos Um”, apresentada pelo ator Eduardo Mossri com a presença artística de migrantes e refugiados

Seguindo todos os protocolos de prevenção à Covid-19, como distanciamento social e uso de máscaras, o Serviço Jesuíta a Migrantes e Refugiados Brasil realizou, ao longo da última semana, nas cidades do Brasil onde tem centro de atendimento, diversas atividades que marcaram o Dia Mundial do Refugiado, celebrado em 20 de junho. Em parceria com as Edições Loyola, aconteceu a live “O carisma Inaciano no serviço aos migrantes e refugiados”, como parte das atividades pelo Ano Inaciano (assista aqui), e a transmissão ao vivo de “Migração e Diálogo: Quem bate à sua porta?”, com padre Agnaldo Júnior, diretor nacional do SJMR Brasil e Terida Munõz, analista social do SJMR Manaus.

Entre as principais atividades, destaca-se a terceira edição do “Festival Tantos Somos, Somos Um”, promovida em Belo Horizonte (MG), no sábado (19 de junho), e que contou com a apresentação do ator Eduardo Mossri. Na ocasião, houve bate-papo no qual refugiados contaram sua história de deslocamento forçado intercalado de apresentações artísticas. A live está disponível no Youtube e no Facebook do SJMR Brasil e pode ser conferida neste link. Também em BH, foi realizada a exposição “Vidas, em Itinerário à Integração”, com projeção de fotos e frases de migrantes em um prédio da cidade na sexta-feira (18 de junho). As fotos podem ser vistas aqui.

Já no Norte do país, em Boa Vista (RR), foram realizadas sessões de cinema com a temática migratória e rodas de conversas sobre os filmes, entre 14 e 16 de junho, além da construção de um mural, na sexta-feira (17), com os objetos os quais as pessoas migrantes e refugiadas sentem falta de seus países. Em Manaus (AM), foram promovidas atividades como rodas de conversa temáticas, gincanas para crianças e atividades culturais, entre os dias 15 e 18 de junho, na I Semana de Migrantes e Refugiados.

O SJMR Porto Alegre (RS), no Sul do Brasil, realizou, em 11 de junho, uma oficina sobre o empreendedorismo feminino, com entrega de kits de iniciação para mulheres migrantes e refugiadas microempreendedoras. Ainda na cidade, alunos do 4º ano do Colégio Anchieta acompanharam um debate sobre a situação e a integração de migrantes a partir do esporte. Uma programação itinerante fechou a semana no sábado (19) com realização de oficinas, distribuição de cartilhas e de “kits dignidade” e atividades culturais. 

O Serviço Jesuíta ao Migrante e Refugiado ainda integrou eventos parceiros com a temática. Confira os detalhes neste link.

Aprecie algumas fotos do “Festival Tantos Somos, Somos Um” :


Deixe um Comentário