SJMR Brasil amplia ações para o fortalecimento da rede de apoio na Bahia

Home / Bahia / SJMR Brasil amplia ações para o fortalecimento da rede de apoio na Bahia

Para fortalecer as iniciativas da rede local assistência às pessoas migrantes e refugiadas na Bahia, o SJMR Brasil realizou uma série de encontros com parceiros, poder público, universidades, movimentos e entidades da sociedade civil, entre os dias 28 de setembro e 01 de outubro. As reuniões de articulação contaram com a presença de Pe. Agnaldo Júnior, diretor nacional do SJMR Brasil; Marcelo Lemos, coordenador do SJMR Belo Horizonte/Salvador; Rosiane Trabuco, analista de interiorização do SJMR Brasil na Bahia e Camila Sombra, do ACNUR.

A agenda de encontros teve início com os representantes de Centro de Estudos e Ação Social (CEAS), Pe. Marcos Augusto e Nélia Nascimento. Esse centro é local de apoio e atuação do SJMR em Salvador, no bairro da Federação. A conversa foi marcada pela consolidação da parceria CEAS e SJMR e por uma análise da presença do SJMR no Estado, buscando alinhar as experiências e expertises das duas instituições em torno da garantia de direitos e ação social.

O dia 28 de setembro, foi marcado por agenda em Feira de Santana, iniciando com a reunião no Noviciado Jesuíta, que reuniu o diretor do departamento de Proteção Social (SUAS), Agostinho Froes e o secretário Antônio Carlos Borges, ambos da Secretaria de Desenvolvimento Social, além de representantes da Paróquia Todos os Santos, do Movimento Popular de Rua, da Rede Alternativa Voluntária e do Centro Social Monsenhor Jessé.

Entre os principais temas da reunião, esteve a discussão e partilha dos desafios e práticas de integração dos indígenas waraos, tendo em vista a família venezuelana que se encontra em Feira de Santana, com pouco mais de 50 pessoas. Os participantes, que fazem parte da rede local de apoio a migrantes e refugiados, relataram os desafios na atenção à população indígena, principalmente por conta da língua nativa. Além disso, conheceram as iniciativas do SJMR e discutiram formas de garantir a proteção e os direitos dessa população.

Na oportunidade, também foram realizadas visitas às vilas onde estão os migrantes venezuelanos interiorizados, na Paroquia Todos os Santos, assim como aos indígenas que estão acolhidos, no bairro de Mangabeira. Também foi realizado um encontro com as famílias que já conseguiram autonomia social e econômica e já se encontram em suas próprias casas.

Reunião na Assessoria Internacional do Governo do Estado

Na manhã do dia 29 de setembro, a equipe do SJMR Brasil e do ACNUR foram recebidos por Caura Damasceno, assessora de relações internacionais, na governadoria do Estado, juntamente com Janaína Mota, também da pasta. Na reunião foram discutidas ações e estratégias no tocante aos migrantes e refugiados no Estado, assim como o contexto de migração internacional na Bahia.

Como encaminhamentos foram propostas reuniões com outras instâncias do Estado, como Secretárias de Saúde, da Mulher, Educação e Assistência Social para debater a temática. Ademais, foram apresentadas propostas de capacitações para os agentes do Estado e de produção de material informativo.

RAMBA – Rede de Apoio ao Migrante da Bahia

No encontro com a RAMBA – Rede de Apoio ao Migrante da Bahia, no dia 30, foi discutido o planejamento estratégico da rede no estado, como a proposta da construção de um regimento com a missão, metas e plano de ação, entre outras iniciativas para estruturação interna da rede.

A RAMBA possui membros de diversas instituições da sociedade civil e apoio de organizações internacionais, além de possuir representações de diversas partes do Estado da Bahia, principalmente de municípios que acolhem migrantes e refugiados e indígenas. Um dos principais encaminhamentos, além da consolidação da rede, foi a proposta de capacitações para agentes governamentais e a produção de materiais informativos com a temática de migração para serem distribuídas em órgãos públicos e na sociedade civil.

Arquidiocese de São Salvador

O SJMR Brasil também foi recebido na Cúria Metropolitana Bom Pastor – Arquidiocese de São Salvador da Bahia, por Dom Sérgio da Rocha, no dia 30. Durante o encontro, foi apresentado o contexto da população migrante e refugiada na Bahia, assim como as ações já iniciadas pela equipe SJMR no Estado.

Durante a reunião foi ressaltada necessidade de maior engajamento das entidades religiosas na temática da migração. Dom Sérgio se colocou à disposição para o incentivo e ampliação das ações de assistência às pessoas migrantes e refugiadas, assim como para o fomento de iniciativas nas paróquias de sua atuação, a exemplo de Lauro de Freitas.


NURIN – Núcleo Regional de Interiorização

Na tarde do dia 30 foi realizada uma reunião com o Major Rafael Oliveira e o oficial Fernandez, do Núcleo Regional de Interiorização (NURIN). Na reunião, além das apresentações da equipe SJMR, foram discutidos o contexto de migração na Bahia e o apoio do Exército Brasileiro em ações futuras, assim como as ações de interiorização da Operação Acolhida na região.

Reunião com Secretaria de Ações Afirmativas, Direitos Humanos e Igualdade Racial

No dia 01 de outubro, os representantes do SJMR Brasil, do ACNUR e da rede local de apoio a migrantes se reuniram com a Secretaria de Ações Afirmativas, Direitos Humanos e Igualdade Racial (SEPADHIR), no Senai do município de Lauro de Freitas. No encontro, foram discutidas as ações de apoio e fortalecimento das instâncias locais na atenção às pessoas migrantes no município. Também foram comentadas as iniciativas que serão realizadas, a partir do mapeamento feito no mês anterior, juntamente com a Prefeitura Municipal e a Universidade Salvador (UNIFACS).

O secretário Clóvis Santos Silva participou do encontro e relatou que as parcerias vêm sendo firmadas com outros órgãos e instituições, no intuito de garantir melhores condições aos migrantes e refugiados que residem em Lauro de Freitas. Como exemplo, ele citou as ações com o Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da (IFBA) e a realização de mutirões para garantir o acesso aos serviços públicos de saúde e assistência social.

Além da SEPADHIR, participaram representantes da Secretaria de Administração, Pastoral do Migrante e do ACNUR.

No Santuário Nossa Senhora Aparecida, em Imbuí, o SJMR Brasil e o ACNUR se reuniram com a Pastoral do Migrante (SPM) e Pe. Clériston Mendes. Além de conhecer o trabalho realizado pelo SPM, desde o final de 2017, foram articuladas ações para o fortalecimento das atividades de assistência humanitária na região.

Live Contexto da mobilidade na Bahia: Proteção e assistência a migrantes e refugiados

Para discutir o “Contexto de mobilidade na Bahia: Proteção e assistência a migrantes e refugiados”, no dia 29 de setembro, o SJMR Brasil realizou uma live diretamente de Salvador (BA), com a participação de Pe. Agnaldo Júnior, diretor nacional do SJMR Brasil; Marcelo Lemos, coordenador do SJMR Belo Horizonte/Salvador; Rafaela Ludolf, UNIFACS; Nélia Nascimento, Centro de Estudos e Ação Social/CEAS e Camila Sombra, ACNUR.

No debate online, foram discutidos não só os desafios da integração de migrantes no Estado da Bahia, mas também o trabalho que vem sendo desenvolvido pela rede local, como o Centro de Serviço ao Migrante (CSM/UNIFACS), que oferece curso de português, atendimento documental (solicitação de refúgio, residência etc.), curso de empreendedorismo (inserção em feiras e bazar), acordos de cooperação técnica (público e privada), entre outros.

Ao final da live foi assinado o termo de cooperação técnica entre SJMR Brasil e CEAS, firmando uma parceria para fortalecimento das ações direcionadas às pessoas migrantes e refugiadas na Bahia, através do intercâmbio de experiências e expertise, fortalecendo, assim, as redes locais.

Deixe um Comentário