SJMR Belo Horizonte debate questão migratória em eventos na Gerdau e PUC Minas

Home / Belo Horizonte / SJMR Belo Horizonte debate questão migratória em eventos na Gerdau e PUC Minas

Na última quarta-feira, 22 de maio, integrantes do Serviço Jesuíta a Migrantes e Refugiados de Belo Horizonte marcaram presença na “Semana da Diversidade”, realizada na Unidade Gerdau do município de Congonhas e, também, no “Seminário de Políticas Públicas e Cidadania”, promovido pela PUC Minas.

Painel Temático

Na PUC Minas, a representação do SJMR coube à Assessora Jurídica Thamara Machado e ao Diretor Nacional do SJMR Brasil, Pe. Agnaldo Junior, que participaram de um painel temático sobre os desafios, perspectivas e possibilidades de inserção social dos migrantes e refugiados no país.

Na foto, Pe. Agnaldo Junior, Diretor Nacional do SJMR Brasil e Thamara Machado (dir), Assessora Jurídica do SJMR Belo Horizonte, durante a participação no painel temático sobre migração.

A iniciativa, segundo Thamara, foi bastante aprovada pelos professores, alunos e migrantes que participaram do encontro. “Todos se mostraram bastante interessados, fazendo perguntas bem pertinentes e dando depoimentos. Foi um momento importante de conscientização e de desenvolvimento do interesse acadêmico e social sobre a realidade dos migrantes”, observa.

Semana da Diversidade

Na Gerdau, a participação consistiu em uma palestra ministrada pela Analista Social Nathália de Oliveira, que atua na área de Inserção Laboral, e e pelo Analista de Comunicação Vinicius Rocha. Durante o encontro, foi apresentada a estrutura de funcionamento do escritório e, também a realidade vivenciada por migrantes e refugiados na atualidade.

Nathália Oliveira, Analista Social do SJMR Belo Horizonte, e Vinicius Rocha, Analista de Comunicação do SJMR (ambos à direta) posam para foto juntamente com colaboradores da Gerdau.

Segundo Pedro Bento, Parceiro de Negócios da área de Recursos Humanos na Gerdau, a iniciativa da Semana da Diversidade surgiu da comemoração da Semana Mundial da Diversidade Cultural e do desejo de implementar ações de conscientização dos mais de 18 mil colaboradores da empresa em todo o país, por meio de palestras, debates e exibição de filmes. “O contato com o SJMR foi feito pela Keila Pereira, dos Recursos Humanos, após recebermos a indicação de organizações em São Paulo que também realizam atendimento a migrantes”, relata.

Para Pedro, a diversidade é um pilar essencial de sustentabilidade dos negócios. Acreditamos que todas as formas de diversidade devem ser incluídas, acolhidas e respeitadas dentro do ambiente de trabalho. Isso inclui os migrantes, que representam parte da nossa sociedade fora da empresa e devem ser representados dentro dela também”, observa.

Na opinião de Germano Ferraz, Coordenador de Manutenção, a palestra foi muito enriquecedora, ao trazer um ponto de vista e conceitos sobre o tema, em especial as dificuldades vivenciadas por migrantes e refugiados ao chegar no país. “É uma oportunidade de reflexão sobre como fazer diferente e promover a inclusão e uma iniciativa de extrema importância, para que possamos ajudá-los na reintegração na sociedade e no mercado de trabalho e para que tenhamos, a cada dia, um ambiente de trabalho sem discriminação, sem exploração e sem repúdio. “, diz.


É um empregador interessado na contratação de refugiados com intermediação do SJMR?

Leia também

Deixe um Comentário