Capacitação qualifica atendimento público para população migrante e refugiada

Home / Sem categoria / Capacitação qualifica atendimento público para população migrante e refugiada

Ampliar iniciativas, defender os direitos sociais e qualificar o entendimento dos servidores públicos sobre o atendimento da população migrante e refugiada. Esse foi o objetivo da capacitação promovida pelo Comitê de Atenção a Migrantes, Refugiados, Apátridas e Vítimas de Tráfico de Pessoas do Rio Grande do Sul (COMIRAT-RS), em parceria com o Alto Comissariado das Nações Unidas para Refugiados (ACNUR) e o SJMR em Porto Alegre, no mês de dezembro. O treinamento, que foi realizado virtualmente, contou com a participação de 187 servidores públicos de 51 municípios do estado do Rio Grande do Sul, além de oito cidades em outros estados.

Representando o SJMR, a analista social Bibiana Waquil Campana participou das atividades expositivas que abordaram: conceitos e dados de refúgio no mundo e no Brasil; os fluxos haitiano, senegalês e venezuelano e a estratégia de interiorização. Além desses temas, também foram discutidos o acesso de migrantes à direitos, a integração local e boas práticas locais. Ainda na ocasião, as instituições facilitadoras puderam se apresentar e interagir com os participantes, respondendo as rodadas de perguntas.

A capacitação serviu para expandir e visibilizar o espaço de discussão sobre o trabalho junto às populações migrantes. “A promoção desse tipo de treinamento é fundamental para conscientizar os servidores públicos a cerca das melhores formas de atuar com essas pessoas mais vulneráveis. É muito bom podermos compartilhar as situações vivenciadas no dia-a-dia de trabalho nos serviços, que atuam como porta de entrada do acesso à proteção social no Brasil”, destacou Bibiana.

De acordo com a analista social, em relação à participação do SJMR na capacitação, é uma oportunidade de promover a entidade e aumentar a rede de apoio. “Nós possuímos um serviço que é referência no Brasil, e é muito enriquecedor poder ajudar a instrumentalizar os profissionais públicos para o atendimento aos migrantes, de forma a garantir a instituição de projetos e espaços de representação e mobilização social”, comenta.

Participação na Capacitação

O treinamento, que teve divulgação realizada junto à Federação das Associações de Municípios do Rio Grande do Sul (FAMURS),  contou com a presença e explanação de Juliana Tubini, do ACNUR; Gabriela Penna e Karina Pecis Valenti, estagiárias da Secretaria de Justiça e Sistemas Penitenciário e Socioeducativo do Rio Grande do Sul (SJSPS/RS) e apoio à COMIRAT-RS.

Das 187 inscrições no evento, 104 foram de profissionais de assistência social, 22 psicólogos, 9 educadores sociais/pedagogos, 8 assessores/assistentes administrativos, 5 profissionais da área da saúde, 4 acadêmicos, 4 mediadores culturais/tradutores, 2 agentes penitenciários, 1 nutricionista e 23 não informaram a área.

Deixe um Comentário