SJMR BH coordena resposta de emergência, com foco em cooperação e geração de renda para migrantes

Home / Belo Horizonte / SJMR BH coordena resposta de emergência, com foco em cooperação e geração de renda para migrantes

O Projeto “Máscaras”, como ficou mais conhecido, é executado pelo SJMR BH se consolidou como uma estratégia que expressa solidariedade com os que precisam de máscaras de proteção, em Belo Horizonte e cidades da região metropolitana

Como resposta de emergência, cooperação e geração de renda para a população migrante de Belo Horizonte e região metropolitana, o projeto “Protagonismo Migratório no Combate às Desigualdades Sociais na Pandemia da Covid-19” tem fortalecido as ações voltadas para a saúde de pessoas que estão em situação de vulnerabilidade e enfrentamento à pandemia.

No dia 02 de julho, a iniciativa realizou novas entregas de máscaras de proteção à prefeituras da região metropolitana de Belo Horizonte. Desta vez, 1000 unidades foram ao município de Betim, sendo 700 para a Secretaria Municipal de Assistência Social e 300 para a Associação de Haitianos. A Secretaria de Desenvolvimento Social e Cidadania do município de Ribeirão das Neves também recebeu 1000 unidades, que serão repassadas aos usuários dos centro de referência de assistência social das localidades.


Em Betim, as analistas sociais Nathalia de Oliveira e Thais Viana fizeram a entrega das máscaras para Sônia do Carmo de Oliveira Godoi, da Divisão da Gestão do Sistema Único de Assistência Social – e técnicos da secretaria.

No município de Ribeirão da Neves, Gláucia Brandão da Secretária de Desenvolvimento Social e Cidadania informou que as máscaras de proteção serão destinadas aos usuários dos Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) e Centro de Referência Especializado em Assistência Social (CREAS). “Agradecemos ao SJMR pelo trabalho maravilhoso de atenção a população migrante e incentivo a economia solidária”, destacou Gláucia Brandão.

Em Ribeirão das Neves, Gláucia Brandão da Secretária de Desenvolvimento Social e Cidadania recebeu as 1.000 máscaras destinadas ao município.

Projeto Protagonismo Migratório no Combate às Desigualdades Sociais na Pandemia da Covid-19

Com financiamento do Fundo Eugen Lutter, o projeto “Protagonismo Migratório no Combate às Desigualdades Sociais na Pandemia da Covid-19” é uma parceria do SJMR BH, do Coletivo Cio da Terra – Coletivo de Mulheres Migrantes e do Projeto Ler, ação de extensão da pós-graduação de Letras da PUCMinas.  

Marcelo Lemos, coordenador do SJMR BH, explica que além da produção e doação de máscaras de tecido, o projeto realiza atividades de orientação e informação sobre prevenção do Covid-19 para migrantes e refugiados falantes das línguas crioulo haitiano, francês e espanhol. “Acredito que a iniciativa está articulada com nossa opção de atividades que não limitam-se em sanar pontualmente necessidades, como exemplo fosse entregar máscaras para migrantes e refugiados, mas ampliar essa ação com informações em várias línguas, produção de vídeos, aproximação com as secretarias de assistência dos municípios ampliando a agenda local para tantas pessoas migrantes e Refugiados que vivem nos municípios ”, destaca.

Em junho, o SJMR BH entregou 2200 máscaras de proteção à Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social de Contagem. No próximo dia 30, será a vez de Belo Horizonte. 5000 mil máscaras serão repassadas à Secretaria de Assistência Social da capital mineira.

Comentário
  • Matias Martinho Lenz
    responder

    Belo exemplo de ação solidaria, em defesa d vida, nesse tempo de pandemia e isolamento social. Parabéns ao SJMR!
    P. Martinho

Deixe um Comentário