SJMR mobiliza a regularização documental de refugiados indígenas venezuelanos Warao em Belo Horizonte

Home / Belo Horizonte / SJMR mobiliza a regularização documental de refugiados indígenas venezuelanos Warao em Belo Horizonte

Uma parceria entre o SJMR e a Polícia Federal de Belo Horizonte possibilitou uma manhã de atendimento exclusivo para 45 indígenas refugiados venezuelanos da etnia Warao. O mutirão aconteceu no dia 01 de junho e foram atendidas famílias migrantes acolhidas na Vila Pe. Alberto Hurtado, que puderam realizar a primeira solicitação de refúgio, bem como a renovação e a retirada do Documento Provisório de Registro Nacional Migratório.

Na oportunidade, os migrantes venezuelanos puderam oficializar toda a pré-documentação que a equipe do SJMR já havia realizado, por meio dos sistemas SISCONARE e SISMIGRA. “A documentação regular é importantíssima para viabilizar direitos na vida das pessoas migrantes e refugiadas, como emissão de CPF, cadastro na assistência social, acesso à benefícios governamentais e outros. O documento também é a porta de entrada para várias oportunidades laborais e estudantis. Os indígenas venezuelanos na etnia Warao estão em vulnerabilidade acentuada e ficamos felizes em apoiar com a documentação para que essa realidade possa ser combatida e revertida. Agradecemos também a Polícia Federal de Belo Horizonte que reservou essa manhã para atender o grupo e se desdobraram para suprir todas as demandas”, afirma Camilla Cristie, assessora jurídica do SJMR em Belo Horizonte.

O processo de acolhimento e reinserção territorial e socioeconômica dos indígenas Warao na capital mineira fazem parte de uma parceria entre o SJMR e a Prefeitura Municipal de Belo Horizonte. Além de Camilla Christie, da equipe do SJMR estiveram presentes Jéssica Avelino, Analista de Proteção Social, James Cunha, Analista de Meios de Vida, e a voluntária Thuany Lopes.

Confira abaixo os principais registros do evento.

Deixe um Comentário