Parceria entre o SJMR em Salvador e a Plan International Bahia busca capacitar jovens migrantes e refugiados

Home / Brasil / Parceria entre o SJMR em Salvador e a Plan International Bahia busca capacitar jovens migrantes e refugiados

Entre os meses de janeiro a abril de 2022, em parceria com o SJMR em Salvador, a Plan International Bahia iniciou o atendimento a pessoas migrantes e refugiadas dos municípios de Salvador, Lauro de Freitas e Feira de Santana, na Bahia, com a oferta de cursos profissionalizantes.

A iniciativa foi uma expansão do Programa Down To Zero (DTZ), desenvolvido pela Plan International Brasil, desde 2016, que visa reduzir o número de crianças e adolescentes em risco ou vítimas da Violência Sexual em comunidadas-alvo da Bahia, atuando no empoderamento de crianças, comunidades seguras e protetoras, ambiente favorável de diálogo com o governo e o engajamento do setor privado.

“A parceria da Plan Brasil com a SJMR possibilitou ao Projeto DTZ alcançar jovens e mulheres migrantes residentes em Salvador, por meio de formações sobre empreendedorismo e dos cursos profissionalizantes. Também foi possível alcançarmos profissionais do SGD em Salvador, Mata de São João e Camaçari através da sensibilização sobre a necessidade de a acesso da população migrante. Como resultado, conseguimos contemplar uma migrante venezuelana com capital social para incrementar o seu negócio,” afirma Elaine Amazonas, gerente de projetos da Plan International Bahia.

Os cursos ministrados pelo grupo Rozendo ocorreram de forma híbrida, incluindo aulas de empreendedorismo juvenil e educação financeira, no modo online, e profissionalização de atendentes de farmácia, operadores de caixa e auxiliar administrativo financeiro.

A certificação do curso de Empreendedorismo Juvenil e Educação Financeira, voltado para o público feminino de adolescentes e jovens, aconteceu no dia 30 de março e as empreendedoras receberam uma ajuda de custo continuarem alavancando seus negócios. Nesta turma teve mulheres venezuelanas residentes em Lauro de Freitas e Feira de Santana.

A certificação dos cursos de atendente de farmácia, operador de caixa e auxiliar administrativo e financeiro, ocorreu no dia 29 de abril e contou com o público migrante da Venezuela e do Mali, moradores de Lauro de Freitas e Salvador. “Agora pretendo ampliar meu conhecimento, conseguir um trabalho e ter algum tipo de sustentabilidade financeira”, finaliza o migrante malinês Souleymane Coul, que chegou a Salvador em 2020 e realizou curso atendente de farmácia.

Deixe um Comentário