Jornada de Integração Comunitária promove atividade para migrantes e comunidade brasileira em Porto Alegre

Home / Brasil / Jornada de Integração Comunitária promove atividade para migrantes e comunidade brasileira em Porto Alegre

O SJMR em Porto Alegre realizou mais uma edição da “Jornada de Integração Comunitária”, na capital gaúcha. Com o apoio da PADF e do ACNUR, a atividade promoveu a integração de migrantes, refugiados e  comunidade local, na perspectiva da coexistência pacífica. A ação também disponibilizou seções informativas e rodas de conversas sobre temas como prevenção a violência de gênero, saúde mental, integração socioeconômica e direitos trabalhistas, além de orientações para jovens e jovens adultos acerca do mercado de trabalho e educação. 

No turno da manhã, foi organizada uma roda de conversa sobre saúde mental, buscando proporcionar uma reflexão coletiva sobre o tema. Organizaram a atividade Mariana Ramos, psicóloga, e Anderson Fagundes, analista social; Sabrina Vaz, psicóloga residente em saúde mental pela Unisinos e Taiana Paim, assistente social residente em saúde mental pela Unisinos. 

Houve também uma sessão informativa sobre o “Mercado de Trabalho na Prática: busca de trabalho e direitos trabalhistas”, com o propósito de encorajar a autonomia dos usuários frente a busca de oportunidades no mercado de trabalho e capacitá-los, com acesso à informação, a respeito de seus direitos trabalhistas e de seguridade social.  

“A atividade propôs uma dinâmica de compartilhamento de experiências dos(as) usuários(as) migrantes presentes na oficina com os técnicos. Construir o caminho da análise dos anúncios de vagas até a efetiva contratação e seus direitos possibilita que a pessoa enxergue com amplitude o processo de inserção laboral no Brasil, bem como potencializa o acesso à informação sobre direitos sociais e à prevenção de riscos enfrentados na realidade”, afirmam Laura Ferrari Flores Ruschel, assessora jurídica, e Edyson Alves, analista social de integração socioeconômica do SJMR, organizadores da oficina.

À tarde, foi promovida uma roda de conversa de prevenção a violência contra a mulher, na qual foram disseminadas informações a respeito dos ciclos da violência, com o apoio de Mariana Ramos, psicóloga do SJMR e Maria Luiza Mendo, estagiária de serviço social. 

Além dessas atividades, houve uma oficina sobre o “Acesso à Educação e Mercado de Trabalho para Jovens e Jovens Adultos”. Também foram distribuídos cartões, em formato de peças de quebra-cabeça, com palavras-chaves sobre acesso ao mercado de trabalho, ensino técnico e ensino superior, visando discutir tópicos como ENCCEJA, EJA, ENEM, Ensino Superior, Ensino Técnico e Ingresso especial para migrantes e refugiados nas universidades públicas. A oficina foi realizada por Mariana Pedroso, agente de integração social, e Isabella Carpentieri, estagiária do SJMR Porto Alegre.

Durante a ação, as promotoras comunitárias, Blanca Hernandez e Yamileth Gonzalez, divulgaram e o Fórum Estadual dos Usuários da Assistência Social (FEUSUAS) a fim de promover a participação dos usuários migrantes e refugiados. Ademais, fizeram o convite para que os migrantes integrem o coletivo REIDE- Coletivo dos Usuários Migrantes e Refugiados da Assistência Social – que ganhou espaço dentro do CEAS/RS (Conselho Estadual da Assistência Social RS). O coletivo, criado pelas promotoras juntamente com a psicóloga do SJMR Mariana Ramos, tem o objetivo de promover a participação de migrantes e refugiados na construção de políticas públicas que respondam as demandas dessa população.

Além das oficinas, houve um varal solidário de roupas, doadas pela Defesa Civil, e entrega de cobertores, kits de higiene e lanches, financiados pela ACNUR. As crianças puderam aproveitar um espaço de brinquedoteca com atividades de recreação, que contou com livros infanto-juvenis doados pelo Banco de Livros da Fundação Gaúcha dos Bancos Sociais.

Além da equipe do SJMR Porto Alegre, a organização do evento contou com apoio da comunidade e dos voluntários Maria Clara Hallal, Andrea Muller, Nicole Magalhães, Laura Thomé, Vicente Buffe de Mello, Júlia Coelho, Ana Luiza Borges, Clarissa Burin, Mariana Vanni, Carol Agostini e Gabriela Pinto.

O evento teve a participação de 139 pessoas, dentre elas 93 venezuelas, 32 brasileiras e 14 de outras nacionalidades. 

Deixe um Comentário