Empresas amigas dos migrantes se reúnem em Manaus

Home / Brasil / Empresas amigas dos migrantes se reúnem em Manaus

O encontro das empresas amigas dos migrantes aconteceu no dia 17 de março, no Casarão das Ideias, em Manaus (AM), e reuniu pessoas responsáveis pelos departamentos de recursos humanos de algumas empresas da cidade.

Durante o evento, elas tiveram a oportunidade de ouvir alguns depoimentos de pessoas migrantes que já foram contratadas e também de alguns empregadores e empregadoras que já efetuaram as contratações de pessoas de outras nacionalidades em suas empresas.

Para uma das empregadoras presentes em um painel do evento, a contratação de pessoas migrantes não deve ser entendida como um favor. “É um dever. Temos que ter um olhar aberto para a diversidade. O profissional migrante é muito comprometido com a empresa, pois ele tem o objetivo de crescer. São profissionais muito bem formados, têm qualificação. Infelizmente, a maioria têm dificuldade com o reconhecimento legal de seus certificados no Brasil. E temos que trabalhar a cultura organizacional de respeito, de igualdade, dentro da empresa”.

Já para Nohemi Morillo, migrante que recebeu oportunidades de trabalho em Manaus, “o migrante precisa de oportunidades de trabalho. As pessoas que chegam ao Brasil são muito capacitadas. O meu filho trabalha em Florianópolis, fala português e inglês fluentemente. É importante conversarmos com a iniciativa privada para abrirmos as oportunidades de trabalho a elas. É importante que estabeleçamos uma relação com os RHs das empresas para garantir a dignidade laboral. Agradeço ao SJMR por ter dado o meu primeiro financiamento para que eu desenvolvesse o meu trabalho aqui em Manaus.”

Já para a Terida Munoz, migrante e funcionária do SJMR Brasil, “a regularização é necessária para o migrante ficar tranquilo. Com os documentos o migrante se sente como pessoa, com dignidade. Apoio, orientação, alimentação, ajuda para o aluguel, ajuda com o idioma, oportunidade para o trabalho, etc., são muito importantes para o migrante que chega ao Brasil. São etapas pelas quais o migrante deve passar para que ele receba a assistência certa no momento necessário.”

Ao final do evento, os empresários e as empresárias puderam tirar suas dúvidas sobre os processos de contratação de pessoas migrantes e refugiadas. De acordo com a organização do encontro, “o objetivo primordial de sensibilização dos empresários e empresárias foi alcançado com muito sucesso”.

O evento foi uma iniciativa promovida em parceria por quatro entidades não governamentais, que atuam na promoção da vida e da dignidade das pessoas migrantes e refugiadas: Serviço Pastoral dos Migrantes (SPM), Associação Voluntários para o Serviço Internacional – Brasil (AVSI), Visão Mundial e Serviço Jesuíta a Migrantes e Refugiados (SJMR Brasil).

Deixe um Comentário