Evento voltado a empresas de Manaus estimula a contratação de refugiados e migrantes venezuelanos

Home / Brasil / Evento voltado a empresas de Manaus estimula a contratação de refugiados e migrantes venezuelanos

Encontro será realizado no dia 17 de março, no Casarão de Inovação Cassina, e contará com a presença de organizações que atuam na temática do refúgio e migração no Brasil

A Visão Mundial, em parceria com outras organizações que atuam na temática do refúgio e migração no Brasil, como o SJMR Brasil, realiza no dia 17 de março o evento “Empresas Amigas do Migrante”. O intuito é sensibilizar o empresariado de Manaus (AM) a contratar refugiados e migrantes venezuelanos, que buscam no Brasil oportunidades de uma vida melhor.

ONGs atuam em parceria com empresas e apoiam na seleção de currículos.
Foto: Fabiana Vieira/AVSI Brasil

Também estão à frente da iniciativa: AVSI Brasil e Pastoral do Migrante, que implementam projetos de apoio e capacitação para refugiados e migrantes venezuelanos em diversas regiões do país. O encontro ocorre das 17h às 20h, no Casarão de Inovação Cassina, Centro de Manaus. De acordo com as organizações, cerca de 80 empresas devem participar.

A iniciativa faz parte do projeto Ven, Tú Puedes!, da Visão Mundial, que atua em resposta à crise migratória no Brasil, com foco na empregabilidade de refugiados e migrantes venezuelanos para fortalecer a inserção socioeconômica no país. O projeto é apoiado pelo governo dos Estados Unidos.

O evento é aberto ao público e é voltado a representantes de pequenas, médias e grandes empresas de Manaus. As confirmações de presença podem ser realizadas pelo telefone (92) 98484-1474.

Na ocasião, serão adotados todos os protocolos de segurança contra a Covid-19, como o distanciamento adequado entre os participantes e a disponibilização de álcool em gel. O uso de máscara é obrigatório durante todo o evento, assim como a apresentação do cartão de vacinação completa contra o vírus.

Resultado em números

Dados da Organização Internacional para as Migrações (OIM) revelam que 69% dos venezuelanos que migraram para o Brasil já concluíram o equivalente ao ensino médio, 17% têm ensino técnico ou superior, 13% o primário e apenas 1% não tinha estudo. Ou seja, o relatório sinaliza que esse público possui qualificação compatível para o mercado de trabalho.

“Queremos mostrar como é importante contratar refugiados e migrantes, já que são pessoas que buscam por oportunidades e, em muitos casos, possuem qualificações que vão além dos requisitos exigidos. Temos uma plataforma onde esses currículos são inseridos, e o evento vai servir para que as empresas conheçam essas iniciativas e tenham o interesse em incluir essas pessoas em seus processos seletivos”, declara a coordenadora do projeto no Amazonas, Natália Bessa.

No ano passado, 338 venezuelanos tiveram realizado o sonho da carteira assinada nos três estados onde o Ven, Tú Puedes desenvolve as atividades: Roraima, Amazonas e São Paulo. A ideia é que em 2022 esse ritmo seja mantido, para que mais pessoas sejam inseridas no mercado de trabalho. Dessa forma, Natália considera essencial o diálogo com as empresas amazonenses.

“Já temos locais parceiros que contratam os migrantes a partir da nossa ajuda na elaboração do currículo e atualizações sobre o mercado de trabalho. Nosso desejo é que essas empresas sirvam de exemplo para outras e gerem um engajamento que resulte na contratação de mais refugiados e migrantes”, afirma.

Sobre os parceiros

Serviço Jesuíta a Migrantes e Refugiados: O Serviço Jesuíta a Migrantes e Refugiados (SJMR) é uma instituição internacional da Companhia de Jesus especializada em migração, deslocamento forçado e refúgio, presente em 56 países. Com a prestação de serviços gratuitos, milhares de pessoas já foram beneficiadas pelas intervenções emergenciais nas áreas de proteção social, documental e jurídica, inserção laboral, cursos de língua portuguesa e de qualificação profissional, além de apoio psicossocial e pastoral. No Brasil, o SJMR possui o escritório nacional localizado em Brasília (DF) e presenças em Belo Horizonte (MG), Boa Vista (RR), Florianópolis (SC), Manaus (AM), Porto Alegre (RS) e Salvador (BA).

AVSI Brasil: Organização sem fins lucrativos que atua em 12 estados brasileiros contribuindo na melhoria das condições de vida de pessoas que vivem em situações de vulnerabilidade. Em Roraima, faz a gestão de sete centros de acolhida a refugiados e migrantes venezuelanos. Implementa o projeto Acolhidos por meio do trabalho, que promove capacitações para o mercado de trabalho e viabiliza interiorizações de venezuelanos dos centros de acolhimento de Boa Vista e de Manaus, para outras cidades brasileiras onde há oportunidade de trabalho. O projeto prevê moradia temporária, ajuda de custo e acompanhamento social durante os primeiros meses na nova localidade. A iniciativa tem o envolvimento do Instituto Migrações e Direitos Humanos (IMDH), da Fundação AVSI (Itália) e AVSI-USA e é financiada pelo Departamento de População, Refugiados e Migração (PRM), do governo dos EUA.

Pastoral do Migrante: O Serviço Pastoral dos Migrantes (SPM), criado em 1986, é um organismo vinculado ao Setor Pastoral Social da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB). Atua junto aos migrantes em ações com segmentos sociais, promovendo ações de inclusão social, denunciando violações dos direitos dos migrantes e trabalhando para a construção de um país mais igualitário.

Sobre a Visão Mundial: No Brasil desde 1975, a Visão Mundial tem programas e projetos de ação humanitária nas áreas de proteção à infância, educação e advocacy, priorizando crianças que vivem em situação de vulnerabilidades diversas. A organização é comprometida com a justiça por meio do combate às causas da pobreza e busca a promoção do desenvolvimento sustentável para famílias e suas comunidades. A Visão Mundial trabalha para diminuir as desigualdades, a exclusão social e para garantir vida plena a milhares de crianças, adolescentes e jovens no país.

Deixe um Comentário