Colaborador do SJMR participa de evento na Universidade Harvard

Home / Belo Horizonte / Colaborador do SJMR participa de evento na Universidade Harvard

Nos dias 13 e 14 de maio, o colaborador do SJMR Brasil, o haitiano Jhon-Kelly Monace, apresentou a sua tese de doutorado sobre a migração haitiana na região metropolitana de Belo Horizonte, no Mark Claster Mamolen Worshop Dissertation, evento da Afro-Latin American Research Institute (ALARI), Hutchins Center, Harvard University, em Cambridge, Estados Unidos.

A pesquisa buscou compreender de uma maneira diferente quais os motivos que levam migrantes haitianos que vivem no Brasil a enviarem dinheiro para suas famílias e amigos que vivem no Haiti. Os resultados também mostram que a migração haitiana e a realidade do envio de recursos não são desenraizadas da história da sociedade local. Todo contexto não se relaciona apenas com os aspectos econômicos e utilitários, mas são construções sociais que historicamente atuam na sociedade haitiana e ainda possuem um significado utilitário.

De acordo com Jhon-Kelly, a migração haitiana é resultado das estratégias de reprodução social, pensadas e realizadas pelas famílias haitianas como formas de inserção social e econômica, não apenas no Haiti como espaço social de origem, mas também no Brasil como local de destino.

Os resultados da pesquisa permitiram redefinir a noção de “Dyaspora”, isto é, do ponto de vista dos haitianos, pessoas de origem haitiana que vivem no exterior. Além de ser uma construção social, “Dyaspora”serve de status social prestigioso para os haitianos que residem no exterior, independentemente do país de residência. Ele também tece novos significados sobre o conceito de “Dyaspora” como o deslocamento dos haitianos reflete uma realidade.

“O mais importante dos resultados da pesquisa foram os dados que mostram como o recurso financeiro dos Dyasporas haitianos trazem prestígio, capital simbólico e reconhecimento. Esse espaço social transnacional haitiano é valorizado pelos nacionais e os ajuda a existir socialmente no Haiti”, destaca o haitiano que realizou seu doutorado na Universidade Federal do Tocantins.

O autor recebeu elogios do comitê da organização do evento pela originalidade de sua pesquisa e pela importância das descobertas. O colaborador tem outra pesquisa que foi selecionada para o segundo encontro de Estudos Afro-Latino-Americanos na Universidade Harvard, que será realizado entre os dias 7 e 9 de dezembro de 2022. Jhon-Kelly é formado em Sociologia, mestre História pela Universidade do Estado do Haiti e doutor em Desenvolvimento regional e trabalha atualmente como Analista Social no Setor de Proteção documental do SJMR de Belo Horizonte.

Deixe um Comentário