Alunos da Faculdade Pitágoras arrecadam 5 Toneladas de roupas em prol de venezuelanos

Home / Belo Horizonte / Alunos da Faculdade Pitágoras arrecadam 5 Toneladas de roupas em prol de venezuelanos

No dia 13 de dezembro, os alunos da Faculdade Pitágoras de Belo Horizonte realizaram, por intermédio do SJMR, a entrega de doações ao Exército Brasileiro, para envio aos migrantes venezuelanos do Estado de Roraima.

A campanha, organizada pelos alunos do curso de Relações Públicas, arrecadou, de setembro a dezembro, cerca de 5 toneladas de itens diversos, entre roupas, calçados, brinquedos, material escolar, alimentos e produtos de higiene pessoal. A iniciativa também contou com a mobilização de alunos do Colégio Loyola.

Segundo Flávio Murta, professor do curso de Relações Públicas, o objetivo da mobilização foi alcançado, na medida em que promoveu uma discussão maior sobre as questões migratórias. “A campanha foi um trabalho acadêmico que utilizou diversos recursos de comunicação e ganhou grande repercussão, graças às parcerias realizadas e ao empenho dos alunos. Estou muito orgulhoso deles, pois puderam levar esperança aos desesperançosos e amor aos marginalizados pela sociedade”, diz.

Com intermediação do SJMR Brasil, as doações foram transportadas para o Estado de Roraima, com o apoio logístico do Exército Brasileiro.

Para a aluna Janete Martins, a arrecadação superou, e muito, as expectativas iniciais. “Não imaginávamos que a companha teria tanta repercussão. Foi muito bom, porque, com as atividades de divulgação, conseguímos várias parcerias e, com isso, conseguimos muitas doações. O que me deixa mais feliz,é saber que. com essa ação organizada pelos alunos de Relações Públicas, com a grande ajuda e incentivo do professor Flávio, poderemos ajudar milhares de pessoas e fazer uma grande diferença na vida de milhares de pessoas. Aprendi, também, que usar a comunicação de forma clara e objetiva, principalmente quando é utilizada para o bem e com empatia, é algo muito gratificante. O mundo precisa mais disso. E no final, todos ganham algo Os venezuelanos não saíram de seu país de origem porque queriam. Ele vieram pra cá buscando uma vida melhor, lutando pela sobrevivência. Tenho certeza que cada migrante que receber uma de nossas doações também ficarão felizes e gratos de saber que eixstem pessoas que pensam neles”, opina.

Veja também

Deixe um Comentário