CONHEÇA O PROGRAMADO SERVIÇO JESUÍTA A MIGRANTES E REFUGIADOS (SJMR) QUE, DESDE O SEGUNDO SEMESTRE DE 2018, ESTÁ MOBILIZANDO FRENTES DE APOIO À INTERIORIZAÇÃO E À ACOLHIDA DE MIGRANTES VENEZUELANOS POR TODO O PAÍS:

As experiências de interiorização de venezuelanos organizada pelo SJMR têm desempenhado um papel fundamental na ação estratégica liderada pelo Governo Federal, executada com apoio do Alto Comissariado das Nações Unidas para Refugiados (ACNUR) e da Organização Internacional para Migrações (OIM).

DA MIGRAÇÃO À INTERIORIZAÇÃO

Confira a trajetória que os migrantes e refugiados venezuelanos realizam, desde a travessia da fronteira, até serem interiorizados em outros Estados do Brasil:

FRONTEIRA

Os migrantes atravessam a fronteira, muitas vezes a pé, e se dirigem à capital de Roraima, Boa Vista. Muitos vêm acompanhados da família, mas há também quem chega sozinho ao Brasil.

1º contato

Após se abrigarem na cidade, os migrantes buscam o SJMR para regularizar seus documentos, entre outros serviços. O SJMR organiza a lista de quem deseja ser interiorizado.

criando pontes

Por meio do contato de instituições, paróquias, empresas e famílias interessadas em receber os migrantes, o SJMR realiza o trabalho de preparação para que eles possam seguir viagem.

recomeço

Voluntários responsáveis pelo acolhimento e interiorização recebem os migrantes e refugiados e oferecem todo o apoio necessário para uma nova etapa em suas vidas.

SAIBA COMO VOCÊ COLABORAR COM O PROGRAMA ACOLHE BRASIL

Organize uma equipe de apoio em sua paróquia, vizinhança, empresa ou escola. convide e motive as pessoas a colaborarEM com a acolhida dE migrantes e refugiadOS.

DIVIDA AS TAREFAS ENTRE A EQUIPE. DEIXE UMA OU DUAS PESSOAS RESPONSÁVEIS POR CADA UMA DAS TAREFAS NECESSÁRIAS PARA RECEBER OS MIGRANTES EM SUA CIDADE.

DEFINA A QUANTIDADE DE MIGRANTES QUE SUA EQUIPE PODERÁ ACOLHER E ENTRE EM CONTATO CONOSCO, PELO E-MAIL DIRETOR@SJMRBRASIL.ORG

APÓS ACERTAR OS DETALHES DA IDA DOs MIGRANTES, JUNTAMENTE COM A EQUIPE DO SJMR, PREPARE O CORAÇÃO, MOBILIZE OUTRAS PESSOAS E CUIDE DOS PREPARATIVOS finais.

Acolha os migrantes e aproveite a experiência de contribuir com a continuidade do projeto de vida de muitas pessoas. ofereça todo o suporte necessário para que as pessoas migrantes recomecem suas histórias de vida, apesar da dificuldade que é ter que deixar suas origens.

1.114 pessoas interiorizadas

Essa é a quantidade de pessoas migrantes e refugiadas venezuelanas realocados pelo SJMR. Confira no mapa o número de interiorizados por Estado (dados de julho/19).

Por conta de insegurança, escassez de comida, ausência de serviços de saúde e de medicamentos, estima-se que 4 milhões de venezuelanos deixaram seu país desde 2014, 270 mil em direção ao Brasil (Fonte: Polícia Federal).

Esperança além da fronteira

Conheça os dados da migração venezuelana

Mais de 32 mil

venezuelanos vivem em Boa Vista (RR), número equivalente a mais de 10% da população da cidade, que, em 2010, era de 277.799 pessoas. (UNICEF – mar/19 )

2.742 migrantes

estão em situação de rua. Apesar dos abrigos emergenciais construídos, ainda faltam vagas. (OIM – jun/19)

Mais de 6 mil

migrantes e refugiados venezuelanos vivem, atualmente, em 13 abrigos em Boa Vista e Pacaraima/RR (ACNUR – mar/19)

Escolaridade

78% possuem nível médio completo e 32% têm superior completo ou pós-graduação (FGV DAPP – jul/17)

Também quero oferecer uma oportunidade de recomeço aos migrantes e refugiados venezuelanos!

Os migrantes e os refugiados (…) não chegam de mãos vazias: trazem uma bagagem feita de coragem, capacidades, energias e aspirações, para além dos tesouros das suas culturas nativas, e deste modo enriquecem a vida das nações que os acolhem.

PAPA FRANCISCO